CESTA DA FAMÍLIA | Moradores do Cantá e de comunidades indígenas recebem benefício social

NOTÍCIA Assessoria de Comunicação
imagem da notícia

O Governo de Roraima, por meio da Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social) realizou mais uma entrega do programa social Cesta da Família. Desta vez foram atendidos moradores do município do Cantá, incluindo comunidades indígenas da região.

No total 2.750 famílias estão sendo atendidas com as entregas que iniciaram na terça-feira 14 e seguem nesta quarta-feira 15. A logística montada pela coordenação dividiu as localidades por polos, facilitando a entrega nas vilas e comunidades indígenas do município.

A primeira-dama Simone Denarium, enfatizou que o benefício atende exclusivamente as famílias que no momento, se encontram em situação de vulnerabilidade, agravada neste período de pandemia.

“Inúmeras famílias estão passando necessidade e a preocupação do governador Antonio Denarium é garantir que este alimento possa chegar para quem realmente precisa do benefício. A cada semana as equipes da Setrabes estão visitando um município diferente e realizando as entregas que representa um apoio importante para suprir esta carência alimentar”, ressaltou.

A secretária de Trabalho e Bem Estar Social, Tânia Soares, explicou durante a entrega no município, os critérios para a concessão do benefício emergencial, que atende famílias em vulnerabilidade por um período de quatro meses.

“Atualmente o programa já atendeu 54 mil famílias em todo o Estado. Realizamos uma análise criteriosa dos cadastros que são encaminhados para nós na Setrabes, para contemplar quem realmente está necessitando e se encontra em situação de vulnerabilidade social, excluindo servidores públicos, aposentados, pensionistas e pessoas que já recebem qualquer outro benefício social de distribuição de renda, oportunizando que o programa atenda realmente quem se encaixa nos critérios para ser contemplado”, reforçou.

Famílias aprovam ação social – Os moradores da Vila Santa Rita, contemplados com a entrega na terça-feira, 14, relataram que além da pandemia, o período do inverno rigoroso trouxe problemas na região, dificultando as famílias da agricultura familiar no plantio de alimentos, como a agricultora Maria Teresa.

“Todos os anos tradicionalmente plantamos nossa roça e após as chuvas temos a garantia do alimento para a complementação de nossa cesta básica. Porém este ano foi bem difícil, pois além do inverno rigoroso eu e meu esposo adoecemos e ficamos impedidos de trabalhar por um período. A cesta nos ajudará bastante neste momento”, disse.

Na comunidade Indígena de Canauani, as lideranças indígenas agradeceram o apoio do governo estadual, destacando que a inclusão dos indígenas no programa, demonstra a seriedade e compromisso em contemplar na ação as famílias indígenas que não tinham a oportunidade de participar em gestões anteriores, segundo destacou o indígena Roberto Sousa.

“Estamos felizes e agradecidos pela inclusão dos indígenas neste programa que atende as famílias em vulnerabilidade. Passamos por inúmeras dificuldades com a perda de familiares neste período em que a Covid-19 chegou ao município e tivemos uma perda significativa no plantio da agricultura indígena. Com a entrega da Cesta da Família em nossa comunidade, teremos a oportunidade de nos alimentarmos com qualidade”, comentou.

PARCERIA – O prefeito do município do Cantá, André Castro, enalteceu a parceria com o governo de Roraima, destacando que o trabalho realizado em conjunto, visa a melhoria da qualidade de vida da população que reside tanto na sede do município, vilas e comunidades indígenas.

“Quero enfatizar a parceria com o Governo de Roraima, em possibilitar que as principais ações de sua gestão, possam também contemplar os moradores de nosso município, sem exclusão de nenhuma localidade e comunidades indígenas em toda a região. Hoje temos uma parceria muito forte em benefício da população do Cantá”, registrou.

Fonte: Secom - RR